quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

Os librianos em 2019



Os librianos e librianas em 2019, serão precisamente cobrados pelo uso de seu equilíbrio e pela capacidade de empatia tão comum no libriano, ainda que não o demonstre cotidianamente. Mas não se trata tão somente de colocar-se no local do outro no sentido de uma vida particular; um relacionamento afetivo, mas o de conseguir exercitar isso coletivamente.

A partir deste ano, todos nós vamos ser cobrados pelo excesso de egoismo e todos que pensam somente em si vão sofrer grandes reveses. Está começando em 2019 o fim do ditado: "Farinha pouca, meu pirão primeiro", na verdade, cada vez mais a vida exigirá que seja: "Farinha pouca? Dividimos melhor no pirão de todos".

Por isso todas as atitudes egoísticas tendem a dar errado se forem praticadas na prática da ilegalidade.
Cada vez mais será necessário aos librianos falarem menos, ouvirem mais, comentar pouco ou nada sobre seus planos e buscar menos exposições ostensividades.
A austeridade vai começar a ter grande valor e o desperdício será
um sinal de desequilíbrio.

No amor, é aconselhável buscar estabilidade. Sexo fácil vai atrair problemas de difícil solução e o preço de tranquilidade será alto.

Caridade, solidariedade e compreensão será um exercício para todos os meses do ano.

Algumas demandas de justiça devem ser resolvidas até o meio do ano se tiverem se iniciado antes de julho de 2018.

Os trabalhos/empregos de 2019 a 2021 serão mais fáceis para quem valoriza cumprir regras, horários, hierarquia e busca estar em sintonia com o que sua função exige.

Na religiosidade é importante parar de pular de galho em galho e ser mais fiel ao seu mundo espiritual. Orar deve ser um exercício que não pode ser negligenciado.

Os abusos de bebidas e demais vícios trarão sua cobrança quase imediatamente à sua continuidade. Ou seja, para os librianos qualquer desequilíbrio será exigido compensação o mais rápido possível.

Não adianta reclamar, ou se mantém equilibrado nos dois lados de sua balança ou os tombos serão frequentes, inclusive com danos à sua saúde.


O Eremita de Welldoor
faça uma doação

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

LIBRIANO DO DIA 4 DE OUTUBRO - Charlton Heston

Resultado da sua pesquisa para charlton heston moses

Charlton Heston (nascido John Charles Carter ou Charlton John Carter ; [1] 4 de outubro de 1923 - 5 de abril de 2008) foi um ator americano e ativista político. 
Como uma estrela de Hollywood, ele apareceu em 100 filmes ao longo de 60 anos. Ele jogou Moisés no filme épico , Os Dez Mandamentos (1956), pelo qual recebeu sua primeira indicação para o Prêmio Globo de Ouro do Melhor Ator - Motion Picture Drama . [3] Ele também estrelou o Touch of Evil (1958) com Orson Welles , Ben-Hur (1959), pelo qual ganhou o Oscar de Melhor Ator , El Cid (1961) e Planet of the Apes (1968). Ele também estrelou os filmes The Greatest Show on Earth (1952), Secret of the Incas(1954), The Big Country (1958) e The Greatest Story Ever Told (1965). 
Um defensor dos políticos democráticos e dos direitos civis na década de 1960, Heston tornou-se republicano , fundando um comitê de ação política conservador e apoiando Ronald Reagan . O papel mais famoso de Heston na política veio como o presidente de cinco períodos da National Rifle Association , de 1998 a 2003. Depois de ter sido diagnosticado com doença de Alzheimer em 2003, ele se aposentou da atuação e da presidência da NRA. Heston morreu em 5 de abril de 2008, com 84 anos, por pneumonia .
WIPÉDIA

NO CONGÁ DE VÓ MARIA CONGA

1
2
3
4
5
por
R$ 38,78
por
R$ 15,07



LIBRIANA DE 4 DE OUTUBRO - SUSAN SARANDON



Os primeiros passos de Susan Sarandon no cinema foram em filmes estrangeiros, como a produção canadense Fleur Bleue (1971) e a comédia franco-italiana Lady Liberty (1971), estrelada por Sophia Loren. Apesar de atuar no cult The Rocky Horror Picture Show (1975), ela é vista apenas em produções de pouco destaque até 1987, quando divide a cena com Jack Nicholson e Michelle Pfeiffer em As Bruxas de Eastwick.

Sua carreira dá um grande salto com Thelma & Louise (1991), o road movie feminista de Ridley Scott. Ela é indicada a vários prêmios por esta atuação e passa ser vista em diversas produções de destaque, como O Óleo de Lorenzo (1992), Adoráveis Mulheres (1994) e Os Últimos Passos de Um Homem (1995) - pelo qual recebe o Oscar de melhor atriz. Privilegiando os dramas, ela também tem destaque em Lado a Lado(1998), no qual atua com Julia Roberts.

Os anos 2000 trazem produções de menor destaque, incluindo algumas experiências em filmes de animação e curtas-metragens. Ela aparece nos dramas Dança Comigo? (2004) e Tudo Acontece em Elizabethtown (2005), e passa a ser vista em papéis secundários de pequenas produções, interpretando geralmente a mãe ou avó dos protagonistas, como em The Greatest (2009), Um Olhar do Paraíso (2009) e Jeff Who Lives at Home (2012). Ela retorna às produções de grande porte com a epopéia de ficção científica Cloud Atlas (2012).


Primeiras aparições nas telas

Seus melhores filmes

FONTE PARA VISITAR: http://www.adorocinema.com

NO CONGÁ DE VÓ MARIA CONGA

1
2
3
4
5
por
R$ 38,78
por
R$ 15,07
https://goo.gl/o008n9 <---veja como="" computador="" do="" dominar="" em="" lugar.="" nico="" seu="" span="" tudo="" um="">